sábado, 14 de março de 2015

Sobre Amada, Amanda.

Uma vez, saí a noite, uns 4 anos atrás.
Conheci uma mina, interessante, inteligente, bonita.
Amada, Amanda.
Agora, quatro anos depois,
Continua sendo tudo isso,
Mas minha amiga, amante, amada.
Não é uma poesia, que não sei fazer
É só uma verdade, de saudade e felicidade
Por te conhecer, e você me gostar.
Parabéns.
Pela pessoa que você é, pelas coisas que você faz
Por ser.


Mas sério, você é incrível, miga. Queria fazer uma poesia, mas não sei fazer poesia. Sei escrever de maneira razoável, então acho que conta como homenagem, né? Feliz aniversário, feliz vida! Te desejo tudo de bom, hoje e sempre. Que nossa amizade viva por mais 4 anos, e que se recicle por infinitos múltiplos de quatro.

Nenhum comentário:

Postar um comentário