sábado, 14 de novembro de 2009

Brasil, Mostra a Tua Cara


“Tuas ideias não correspondem aos fatos (...) eu vejo o futuro repetir o passado, o tempo não para.”
A sociedade está em um longo processo de putrefação. E está começando a cheirar mal. Um longo processo doloroso. As manchetes anunciam aquecimento global, balas perdidas, mensalão, mensalinho, dinheiro na cueca, educação precária, cotas pras universidades, sanguessugas, falta de verbas, falta de incentivos, falta de tudo e mais um pouco. O jornal reflete parte das coisas. O caso da menina Isabella, por exemplo. Trágico. Não trágico o suficiente pra passar três meses nas manchetes, nas capas de revista e tudo mais. Isabella que me perdoe, mas essa é a verdade. E sabe por que ela passou essa eternidade nas manchetes? Por que ela era uma menina de classe média. Não se espera de pais de classe média atirarem suas filhas da janela de andar nenhum. Mas se um pai de uma menina de favela a joga do quadragésimo andar está tudo bem. Só menos um pobre no mundo. Se um policial mata um traficante, está tudo bem. É só menos um traficante. Mas se um traficante mata um policial é outra história. E a mídia é sensionalista, vale salientar. Ou seja, se o cara era um traficante pra sustentar sua família, ele vira um serial killer classificado, com mais de oito assassinatos registrados. As pessoas nunca param pra pensar que tem sempre o lado absurdo do Brasil, o que deveria ser enfocado e quando é enfocado, todo mundo fecha os olhos e tampa os ouvidos. Os políticos saem impunes, e são reeleitos pelas pessoas que mais reclamam deles: a gente. Roubam dinheiro a torto e a direito. Como diabos José Sarney foi ser presidente do senado? Como a gente pode ter um presidente analfabeto? Como é que as pessoas podem simplesmente olhar pra isso e resmungar um “é normal”? Isso não é normal. O que é menos normal ainda é o fato de um estádio estar sendo construído na cidade de Natal RN, por causa da estúpida copa, enquanto ainda tem tanta gente dormindo com fome e dormindo na rua? O que custa abrir mão do carro esporte, Mantega? O que custa abrir mão das viagens ao exterior, senhor Inácio? O que custa? Custa todo meu orgulho de ser brasileira, por enquanto. Depois vão custar meus impostos, e logo a seguir, minha dignidade. Brasil, mostra tua cara.

4 comentários:

  1. Analfabeto, Bianca? Tenha dó, você faz um dicurso super moralista(e vou confessar, é um bom texto) sobre homossexualismo, e chega aqui e mostra que foram palavras da boca pra fora. Lula está longe de ser analfabeto. Lula tirou mais de trinta milhões de miseráveis e pobres da linha de pobreza e os tranformou em consumidores; criou inúmeras universidades e escolas técnicas; conseguiu o respeito de políticos pelo mundo todo, e ainda é o ídolo de Barack Obama; triplicou o salário mínimo e fez com que o Brasil fosse um dos últimos países a entrar na crise, e o primeiro a sair. E, mesmo depois de tudo isso, você tem coragem de chamá-lo de analfabeto? Me desculpe mas ele é incontáveis vezes mais inteligente do que, eu, você, e qualquer outro presidente que o país já viu.

    Ah, e "viagens ao exterior" são necessárias, ou você acha que Lula viaja a passeio? Diplomacia no mundo é mais do que básico, ou você queria que o Brasil virasse uma bolha? E, ha, "meus impostos"?! Cara, eu estou rindo até agora com isso. Você é menor de idade minha filha, não paga impostos! Se ligue, pois sua cabeça está um pouco influenciável, não acha?

    ResponderExcluir
  2. [i] depois [/i] vão custar meus impostos. Não pago impostos ainda. Cara, eu estou expressando a minha opinião. Não, o meu texto sobre ser gay não foi da boca pra fora, eu realmente acredito em tudo que eu disse. E talvez eu seja influenciável, mas você realmente não precisa ler nada do que está aqui, mano. Certo, posso ajeitar, ele não é analfabeto. Mais alguma coisa a respeito do meu texto, o qual eu me orgulho pra caramba, que nem todos os meus outros textos?

    ResponderExcluir
  3. Alias, não baseei isso propriamente no que eu sei, baseei no que eu ouço falar, e em uma conversa com uma amiga. Então, eu posso dizer isso a respeito desse texto. Alias, não era pra ter uma interrogação no fim da frase do último comentário. Cresci numa casa onde pro meu pai, é político, é ladrão. Minha cabeça foi feita assim. Pois é, sou influenciavél pra cacete, mas qeu se dane. Expressando a minha opinião, como todo mundo tem direito.

    ResponderExcluir
  4. Lula ser ou não inteligente ou esperto não influencia no grau dele de escolaridade que, convenhamos, não é dos mais altos.

    Não vou dizer que esse foi o texto mais feliz da Bianca, mas devo dizer que a opinião é dela e ela tem todo o direito de expressá-la. Concordo, sim, com muita coisa que foi dita aí e problema é de quem discorda. Afinal, ninguém foi obrigado a ler, não é verdade?

    ResponderExcluir