sábado, 5 de setembro de 2009

Células Cancerigénas.



“’Cause I don’t wanna fall the pieces, I just wanna seat and stare at you”

“Eu não quero juntar os pedaços” foi o que eu disse a ele. Por que era verdade. Eu não queria ter que juntar os pedaços depois que você for embora. Não tenho nem certeza de quem sou eu, de quem é você. Por isso não quero juntar os pedaços. Por que estou apaixonada por você. Por que meu coração não agüenta mais rejeição. Na verdade, meu coração não agüenta mais muita coisa. Nem meu corpo. O câncer desgasta muito, você sabe. Você é o único que eu ficaria até o final. Mas eu não posso fazer isso comigo, principalmente contigo. Não quero falar sobre isso. Por que amor não se fala, se sente. E você não agüentaria. Eu gostaria de poder voltar pras estrelas, voltar pra os seus braços. E agora, mesmo que eu fosse capaz de fazer isso contigo, não posso. Estou presa nessa cama de hospital. Não te disse pessoalmente, tinha medo do que podia acontecer. E não qeuro que tenham pena de mim. Quero que me vejam como a mesma pessoa de sempre. Ainda te amo, e estou tentando te explicar o inexplicável. Se eu não agüentar, isso será entregue a você. Se eu agüentar, e isso chegar as suas mãos, eu prometo que te explico pessoalmente. Estará comigo em pensamentos até o dia que eu não estiver mais aqui, Patrick.

Beatrice V.

Um comentário: