domingo, 18 de abril de 2010

Eles que se fodam.

Eles que se fodam por serem tão tremendamente escrotos. Eles que se fodam por se acharem os donos do mundo. Eles que se fodam por me isolarem do mundo. Eles que se fodam por poderem mandar na minha vida. Eles que se fodam por estragarem a minha felicidade quando eu finalmente consegui. Eles que se fodam por estragarem a minha vida. Eles que se fodam por acharem que estão sempre certos. Eles que se fodam por serem tão hipócritas. Eles que se fodam. É, eles que se fodam. E eu que me foda. Eu que me foda por ser tão desmerecedora de alguma alegria, ou de qualquer porcaria de felicidade. Eu que me foda por ser tão estúpida. Eu que me foda por não dar satisfações. Eu que me foda por responder as pessoas. Eu que me foda por ser sempre tão mimada. Eu que me foda por não dar a mínima pra nada. Eu que me foda por não amá-los. Eu que me foda por não valorizá-los. Eu que me foda com essa mania de querer estar sempre certa. Eles que se fodam. Eu que me foda. Eu que me foda. E eles que se fodam. Eles que se fodam por poderem me punir. Eles que se fodam por sempre esperarem demais de mim. Eles que se fodam por me darem castigos tão compridos e estúpidos. Eu que me foda por publicar isso no blog. Eu que me foda por ser tão tremendamente escrota quando eu não devo. Eu que me foda. Eles que se fodam. Eles que se fodam. Eu que me foda. Eles que se fodam por serem tão autoritários. Eles que se fodam por acharem que resolvem tudo, quando só cobrem com uma maquiagem ridícula. Eles que se fodam por achar que meus problemas são problemas deles. Eles que se fodam por se meterem na minha vida. Eles que se fodam por não me deixarem em paz. Eles que se fodam. Eu que me foda por realmente dar a mínima pra muitas dessas coisas. Eu que me foda por ser tão igual a eles. Eu que me foda por não ter aprendido tudo direito. Eu que me foda por não ser perfeita. Eu que me foda por dormir nas aulas. Eu que me foda por tirar notas baixas. Eu que me foda por não ser uma filha decente. Eu que me foda por ter problemas. Eu que me foda por gastar muito dinheiro no telefone. Eu que me foda por ser tão exigente. Eu que me foda por ser consumista. Eu que me foda por morar na roça. Eu que me foda por não ser boa em nada. Eu que me foda. Eles que se fodam. Eu que me foda. Eles que se fodam. Eles que se fodam por serem tão irritantes. Eles que se fodam por rir de mim. Eles que se fodam por me chamarem de gorda. Eles que se fodam por me reprimir. Eles que se fodam por me proibir. Eles que se fodam por terem esquecido o que são adolescentes. Eles que se fodam por não lembrarem como é ser adolescente. Eles que se fodam por achar que eu sou criança. Eles que se fodam por não reconhecer meus méritos. Eles que se fodam por só apontarem minhas falhas. Eles que se fodam. Eu que me foda. Eu que me foda por falhar de mais. Eu que me foda por não ser o orgulho dos meus pais. Eu que me foda por ser tão egoísta. Eu que me foda por não agradecer. Eu que me foda por achar que sou alguém. Eu que me foda por ser sedentária. Eu que me foda por agir como criança às vezes. Eu que me foda por beber. Eu que me foda por sempre querer. Eu que me foda. E eles que se fodam.

Nenhum comentário:

Postar um comentário